Compartilhar:

Wesley Safadão em Ituiutaba: recepção calorosa, show lotado e polêmica

Enfoque Triângulo | 30JUL2018 | Da Redação |

Wesley Safadão indo pra galera | Crédito: Gustavo Maximiano

Ontem, domingo, o cantor Wesley Safadão esteve em Ituiutaba para um show no Parque de Exposições JK, no período noturno. O artista veio da cidade de São Paulo em voo direto para a cidade do Pontal do Triângulo, onde desembarcou de seu jato Cessna Citation pouco antes das 18h.

O cantor cumprimentando um amigo no aeroporto, após desembarcar de seu jato Cessna Citation | Crédito: Gustavo Maximiano

Assédio das fãs ao cantor e compositor | Crédito: Eder Moreira

Safadão saiu da aeronave e cumprimentou um amigo pessoal que estava na sua espera e foi em direção ao público que se aglomerava no saguão e estacionamento do Aeroporto Tito Teixeira. Entre muitos curiosos, estavam fãs ensandecidas na excitação típica de quem idolatra um ídolo “medalhão” do naipe de Wesley Safadão. Murmúrios dos presentes se sobressaíam ao ruído do motor do jato ainda ligado. Um decibelímetro constataria tal afirmação com facilidade.

Mesmo rodeado de seguranças com cara de poucos amigos, o artista foi até o público | Crédito: Gustavo Maximiano

Wesley Safadão, uma máquina do showbizz de fazer dinheiro | Crédito: Eder Moreira

O cantor sorriu, pegou crianças nos braços para fotos. De próprio punho fez selfies e caras e bocas em larga escala, provocando o delírio de quem acompanhava ali, in loco, o maior cachê do showbizz brasileiro em pessoa. Algumas pessoas comentavam sobre a postura “deboísta” de Safadão, embora estivesse acompanhado de seguranças com caras de poucos amigos.

Wesley Safadão em Ituiutaba | Crédito: Gustavo Maximiano

Do aeroporto ele seguiu escoltado para o hotel, onde se preparou pro show no Parque JK. O Parque estava lotado e mobilizou a PMMG – 54 BPM que prestou a devida assistência no entorno e dentro do amplo espaço. O show foi um sucesso e rendeu movimento atípico nas redes sociais das pessoas da região, que faziam questão de publicar check-in e fotos. A região do Pontal precisa desse tipo de evento de qualidade, com artistas de peso e boa organização, já que as opções de lazer são escassas.

TEVE “TRETA”

Durante o show, o cantor pega alguns celulares e faz auto fotos com os fãs de fundo. É uma característica do cantor cujo cachê bate em 600 mil reais. Como de praxe, em Ituiutaba fez o mesmo, mas um rapaz que não teve seu celular nas mãos de Safadão, mesmo pedindo muito, assim como outros milhares, se revoltou e jogou cerveja no cantor. 

O artista, visivelmente nervoso, parou o show e deu um sermão no atirador de cerveja. Por pouco o clima não ficou mais quente e um tumulto não se formou. A notícia viralizou e foi parar no “Balanço Geral”, da Fabíola Reipert, na RecordTV, além de ter ganhado destaque na coluna do jornalista Léo Dias do “Fofocalizando”, do SBT.